Por que dirigimos assim? Parte II

Por que dirigimos assim?! (parte II)

Grupo Transporte Humano

Segunda parte da entrevista com o autor do livro: “Traffic: Why We Drive the Way We Do” (disponível em português: “Por que dirigimos assim?” ).

Continuação…

Amazon: Muito do que você revelou sobre a vida nas estradas parece contra-intuitivo. Como o fato de que os motoristas dirigem mais próximo dos carros que estão se aproximando quando existe uma linha divisória central do que quando não existe; que a maioria dos acidentes acontece perto de casa, em ambientes familiares e não estranhos; que as estradas perigosas podem ser mais seguras; que carros mais seguros podem ser mais perigosos; que subúrbios são muitas vezes mais arriscadas do que o centro da cidade; uma rotatória mais segura do que um cruzamento. Quando se trata de trânsito por que as coisas são tão diferentes de como nós instintivamente percebemos?
Tom: Eu acho que parte da razão é que é fácil…

Ver o post original 1.231 mais palavras

Anúncios

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: