CURTAS | A americana

Esta se passou no estado americano do Arizona.

Fila de caixa de supermercado. Uma jovem, vinte e poucos anos, aparentemente mexicana, fala ao telefone em um idioma estranho. À frente dela, uma senhora branca, inequivocamente anglo-saxônica. A ligação termina e a senhora, incapaz de se conter por mais tempo, vira-se:

— Escute, eu não quis falar nada antes, porque você estava em uma ligação, mas a verdade é que agora você está na América, querida, e precisa falar em inglês.

— Desculpe, mas não estou entendendo…

— Se você quer falar “mexicano” — começou a mais velha, como se estivesse revelando o mundo para uma criança de sete anos — faça isto no México. Aqui na América, falamos inglês. É a língua da terra.

E a jovem, após dois dedos de pausa:

— Ah, agora ficou claro… Pois então: eu falava navajo. Portanto, se a senhora quer falar inglês, eu sugiro que vá para a Inglaterra.

(Adaptado de http://notalwaysright.com/the-first-and-true-language-of-america/31947)

Anúncios

Tags:

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: