CRUZEIROS | Falta de acordo impede tripulantes filipinos de descer à terra

Mais um problema afeta os transatlânticos estrangeiros que enchem a costa brasileira no verão. A Comissão do Trabalho da área Marítima (CT-Marítima), do Ministério do Trabalho e Emprego, descobriu que as Filipinas não assinaram acordo referente a trabalho marítimo com o Brasil. O resultado é que, quando os navios de passageiros atracam, os tripulantes filipinos não podem descer a terra. São obrigados a permanecer a bordo, o que lhes traz enorme dissabor, pois já exercem uma carga horária elevada e poderiam aproveitar as escalas para descontrair em terra firme.

Como se sabe, os navios de passageiros têm origens em países tradicionais, como Itália e Noruega, mas suas empresas estão registradas em pequenos países, tipo paraísos fiscais, para reduzir a tributação, como Panamá ou Libéria. Os contratos dos trabalhadores, inclusive brasileiros, também são assinados como se as empresas fossem não italianas ou alemãs, mas panamenhas ou liberianas.

Quanto ao grosso da tripulação, é recrutado em locais onde a mão-de-obra é barata, como Filipinas, outros países da América do Sul e nações pobres da Ásia. E, agora, surge esse empecilho para os sofridos filipinos.

Fonte: Monitor Mercantil

Comentário: nunca tinha ouvido falar nesse problema, e já vi muito filipino indo à terra sem problemas. Ou estão indo irregularmente, ou o problema não existe realmente.

Anúncios

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: