O que o fez escolher a profissão de prático (além do salário)?

Em 1996, não sabia quanto um prático ganhava, e não conhecia nenhum antes das provas. Assim, acredito que tenha tido algo a ver com afinidade — vocação talvez seja muito forte.

Continuei como prático porque gosto do desafio, da arte, da ciência. Eu me sinto no meu elemento.

Ask me anything

Anúncios

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: