HISTÓRIA | Atlas celeste raro junta-se ao acervo da Biblioteca Nacional australiana

Página do Atlas Coelestis, de 1729

Página do Atlas Coelestis, de 1729 (clique na imagem para ter acesso à versão digital)

Uma nova aquisição da Biblioteca Nacional australiana, sediada em Canberra, lança mais luz sobre como os navegantes encontravam seu caminho antes do advento da tecnologia atual.

A Austrália, a ‘grande terra do sul’ ainda não havia sido cartografada, mas os céus do hemisfério austral já eram bem conhecidos na época em que o famoso capitão inglês James Cook navegava pelo Oceano Pacífico.

Uma versão rara do atlas celestial que Cook tinha a bordo do seu navio, o Endeavour, passou a fazer parte da coleção de mapas e cartas da Biblioteca.

Nós admiramos os navegadores atuais, ainda quando eles singram os mares com os recursos que oferecem o GPS, os equipamentos de comunicação e a eletricidade.

Agora, imagine fazê-lo tendo apenas as estrelas para dar orientação.

O atlas que Cook usou em suas observações sobre Vênus e em suas explorações do hemisfério sul foi desenhado pelo primeiro astrônomo da Coroa britânica, John Flamsteed.

Acurácia. Martin Woods, curador de cartografia, esclarece que o advento do ‘Atlas Coelestis’ estabeleceu um padrão mais elevado para obras da sua espécie.

“Ele continha mais estrelas que seus predecessores, utilizava uma grade muito precisa e as posições das estrelas eram baseadas em observações em telescópio que Flamsteed conferiu e conferiu meticulosamente durante sua carreira de 43 anos como Primeiro Real Astrônomo da Inglaterra.”

“O ‘Atlas Coelestis’ é um dos ‘quatro grandes’ entre os atlas estelares publicados na era dourada da cartografia celestial da Europa — um período que foi do século 17 ao 18 e que coincidiu com a descoberta, mapeamento e início da colonização da Austrália pelos europeus.”

A biblioteca australiana já possui uma cópia de ‘Uranometria’, atlas publicado em 1603 por Johann Bayer que teria sido o primeiro a documentar os céus ao sul do Equador.

Fonte | http://www.abc.net.au/news/stories/2010/07/07/2947231.htm

Anúncios

Tags:, , ,

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: