PORTO DE ITAJAÍ | Berço 1 deve ser inaugurado em julho, diz SEP

José Ricardo Ruschel dos Santos

José Ruschel (SEP): novo berço 1 fica pronto em junho

 

João Henrique Baggio — Assessoria de Imprensa do Porto de Itajaí   

A média das marés acima do comum e as fortes correntezas que o Rio Itajaí tem apresentado [devidos ás chuvas que tem ocorrido com freqüência nos meses de abril e maio na Bacia do Itajaí-Açu] não vai atrasar a conclusão das obras do berço 1 do Porto de Itajaí, prevista para 30 de junho.   

A garantia foi dada pelo diretor do Departamento de Infraestrutura Portuária da Secretaria Especial de Portos (SEP), José Ricardo Ruschel dos Santos (foto), durante a reunião do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) de Itajaí, realizada na manhã desta sexta-feira [14].   

O engenheiro explica o estaqueamento do berço de atracação [com 272,3 metros de comprimento] já atingiu a linha dos 251 metros e que, nos próximos 15 dias serão concluídos os trabalhos de cravação de estacas.   

“Também já concluímos os serviços de limpeza e desobstrução do fundo do rio na área do berço 1 e estamos com mais de 50 metros de cais concretados, o que comprova que estamos dentro do cronograma estabelecido pela SEP”, afirma Ruschel.   

O diretor informa que até o final de junho o novo berço também estará com as defensas e cabeços instalados e que o ministro chefe da SEP, Pedro Brito, planeja inaugurar a obra na primeira semana de julho.   

“A expectativa é que dia 07 ou 08 de julho o ministro Brito esteja em Itajaí para inaugurar o berço, que está sendo reconstruído pelo Consórcio TSCC [formado pelas empresas Triunfo, Serveng, Civilsan e Constremac], com recursos da União.”   

Ruschel prometeu ainda, para meados de junho, a liberação de parte da área do berço [cerca de 100 metros] ao Terminal de Contêineres do Vale do Itajaí (Teconvi/APM Terminals), para que a empresa, responsável pela instalação dos equipamentos e energia elétrica, e pela reconstrução da retroárea, dê início aos trabalhos.   

Com a conclusão da obra física na data estipulada pela SEP, o superintendente do Teconvi/APM Terminals, Walter Joos, acredita que as operações do berço possam iniciar no prazo de 45 a 60 dias, contados a partir da liberação, tempo que levará para que as obras complementares sejam realizadas.   

Berço 2 – José Ricardo Ruschel dos Santos informa que as obras do berço 2 também seguem dentro do cronograma programado pela SEP. Os serviços de retirada de escombros e limpeza da área do cais já estão em andamento e a cravação das estacas-prancha para a cortina de contenção deve iniciar em 20 dias.   

“Isso vai possibilitar que estejamos com a obra concluída em setembro”, afirma. Segundo Ruschel, mudanças no projeto inicial possibilitarão que o prazo estipulado seja cumprido.   

O diretor garante que esta é uma obra única na realidade portuária brasileira e que hoje o Porto de Itajaí está com a maior concentração de equipamentos de grande porte do Brasil em um único trabalho. “Nunca, desde 1983, quando comecei a trabalhar com obras, vi tanta gente e tanto equipamento em uma única obra portuária”, afirma.   

O presidente do CAP de Itajaí, Anselmo de Souza, destaca o empenho da SEP na condução da reconstrução dos berços e também o bom trabalho realizado pelo Consórcio TSCC.   

“Registramos atrasos que foram gerados por problemas de ordem técnica, burocrática e climática, mas os serviços agora seguem em pleno andamento. Isso é fundamental para a atividade portuária em Itajaí e região”, afirma Souza.   

O superintendente do Porto de Itajaí, Antonio Ayres dos Santos Júnior, salienta o bom relacionamento das equipes técnicas do Porto, SEP e Consórcio e também o empenho do Consórcio e SEP na busca de alternativas para que as obras sejam concluídas dentro do menor espaço de tempo possível.

Anúncios

Tags:

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: