CINZAS NO AR | Companhias alemãs contestam fechamento do espaço aéreo europeu

Duas companhias aéreas alemãs contestam a validade da decisão de manter fechado  a maior parte do espaço aéreo europeu devido às cinzas lançadas na atmosfera pelo vulcão islandês Eyjafjallajökull.

Lufthansa e Air Berlin afirmam que não houve observações suficientes para justificar a atitude, e que seus aviões não têm sinais de avarias após voar sem passageiros.

“A decisão de cerrar o espaço aéreo foi tomada exclusivamente com base nos resultados de uma simulação de computador no Volcanic Ash Advisory Centre de Londres”, disse o executivo-chefe da Air Berlin Joachim Hunold ao jornal alemão Bild am Sonntag.

“Nem sequer um balão atmosférico foi lançado até agora para medir a quantidade de cinzas vulcânicas no ar.”

Klaus Walter, porta-voz da Lufthansa, afirmou ao Bild que a proibição aos voos, adotada apenas com base em cálculos de computador, está resultando em perdas de bilhões de dólares para a economia.

“No futuro, exigiremos que medições confiáveis sejam apresentadas antes que uma proibição ao tráfego aéreo seja imposta.”

Dez aviões da Lufthansa voaram — sem passageiros — de Frankfurt a Munique no sábado, 18, em altitudes entre 3 mil e 8 mil metros, como uma preparação para o retorno da normalidade dos voos. Segundo a companhia, não houve sinais de avaria às aeronaves.

Os 16 aeroportos da Alemanha devem permanecer parados até a noite, já que o governo decidiu manter a suspensão do tráfego aéreo até as 20 h (fuso local).

Com informações de http://www.abc.net.au

Anúncios

Tags:, , ,

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: