Rio Grande tem primeira mulher a se tornar prático no Brasil

A praticante Débora de Queiroz Gadêlha Klajman, 28 anos, escreveu ontem seu nome na história da navegação nacional ao se tornar a primeira mulher do País a ser considerada apta a receber um Certificado de Habilitação de Prático desde o início da praticagem regulamentada, em 1808

O exame final, realizado a bordo do navio San Alessio, de bandeira liberiana, consistiu numa manobra de desatracação realizada sob o olhar atento de uma banca examinadora, composta pelo capitão dos portos do Estado, seu ajudante e dois práticos locais.

“Apesar do nervosismo e da ansiedade, felizmente deu tudo certo. O porto do Rio Grande é um dos que oferecem maior grau de dificuldade, desde o embarque do prático até o manejo das condições meteorológicas de ventos fortes e correntes acentuadas”, relatou a primeira prática.

Débora Klajman é carioca, graduada em Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e com mestrado em História da Ciência e Epistemologia na Coppe (Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia), também na UFRJ.

Em 2009, ela foi uma das sete mulheres no Brasil aprovadas nas provas teórica e oral para a função de praticante de prático, uma espécie de estágio obrigatório para quem deseja se tornar prático. Então, durante o último ano, a meta foi acompanhar o mínimo de seiscentas manobras para se preparar para o grande desafio final.

Fonte: http://www.intelog.net/site/default.asp?TroncoID=907492&SecaoID=508074&SubsecaoID=715548&Template=../artigosnoticias/user_exibir.asp&ID=064520&Titulo=Exame%20para%20pr%E1tico%20aprova%20primeira%20mulher%20no%20Brasil

Anúncios

Tags:, , , ,

About Alexandre da Rocha

Nasci carioca, nasci guanabarino. Desconfio que nasci marinho. Cheguei a deixar do mar, sim... Mas cadê que o mar deixou de mim? Vim morar
%d blogueiros gostam disto: